Serviço de Animação Litúrgica cruz WhatsApp: (17) 3512-9014
liturgia@liturgia.pro.br


ATENDIMENTO
de 2ª - 6ª das 13:30 - 17:30
 
 
PÁGINA INICIAL  |  QUEM SOMOS  |  ARTIGOS SERGINHO VALLE  |  PEDAGOGIA DO MÊS  |  DIRETÓRIO LITÚRGICO  |  FALE CONOSCO
 
 

XXI - 2021

Acesso às Propostas

Renove, assine, faça seu pedido ou faça download das propostas aqui:
Esqueceu sua senha?
Clique aqui
Ainda não tem cadastro?
Clique aqui

Confirmar Pagamento

Enviar Confirmação

E-book's

Pastoral Lit├║rgica, uma proposta um caminho

Para adquirir este ou outros e-book's, acesse a central do assinante e faça o seu pedido

Avisos

PROPOSTAS SETEMBRO DE 2021

 Comunicamos que 

As propostas de SETEMBRO/21 JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS NO SISTEMA.
 
Se não estiver conseguido acesso é possível que sua assinatura tenha expirado. Fale conosco!!
 
Estamos operando com nova plataforma para BOLETO/CARTÃO: ASAAS. 
 
Temos também a transferencia por PIX.
 
Número PIX: CPF 443.599.189-68.
 
Ou aponte a camera do seu app do BANCO para nosso QR code abaixo:
 
 
QRCode Pix Sal
 
Não esqueça de avisar por e-mail liturgia@liturgia.pro.br 
quando optar pelo QR code. Neste caso, informe seu código de asssinante e seu banco. Qualquer dúvida comunique!
Att.
Ana
 17-35129014
veja todos

Diretório Litúrgico


Diretório Litúrgico 

O Ano Litúrgico

A Liturgia...
Leia Mais

veja todos

 

Celebrações Especiais

Missa de Bodas Matrimoniais
Leia Mais

Novena do Padroeiro
Leia Mais

Semana vocacional - Grupos
Leia Mais

Semana vocacional - Liturgia da Palavra
Leia Mais

 
Evangelizar ├ę preciso
22 de junho de 2013

 As celebrações de julho serão iluminadas com duas luzes especiais, além daquela que vem iluminando os contextos celebrativos de 2013: a luz do “Ano da Fé”. A primeira luz concentra-se na evangelização e terá seu esplendor mais intensificado, (segunda luz) com a “Jornada Mundial da Juventude” e a presença do Santo Padre, Papa Francisco em terras brasileiras, que acontecerá no final do mês. Também este será um momento evangelizador de grande porte para os jovens cristãos e, particularmente, para a juventude católica mundial. 

Tudo começa no envio 
O envio dos 72 discípulos, feito pelo próprio Jesus, contextualiza a celebração dominical do 14DTC-C como "celebração do envio". O mesmo gesto de enviar seus discípulos e discípulas para evangelizar o mundo será repetido no decorrer desta celebração dominical, com uma necessidade a mais, em nossos dias: aquela da nova evangelização. O contexto da nova evangelização tem um destaque especial, na celebração deste 14DTC-C, incentivando os celebrantes a se sentirem enviados, a exemplo daqueles 72 discípulos, para evangelizar com palavras e atitudes, convidando os que se afastaram ou se tornaram indiferentes a se reaproximarem do Evangelho. 

Depois do envio evangelizador, algumas características evangelizadoras aparecem nas celebrações seguintes. No 15DTC-C, por exemplo, a característica de que a evangelização não se reduz ao anúncio oral do Evangelho, mas ganha maior força e se torna incisiva no testemunho de anunciar Evangelho quando existe uma aproximação de todos, a exemplo do Bom Samaritano, especialmente dos que foram e continuam sendo assaltados, das mais diversas formas, nos caminhos da vida. Duas são as características propostas no 16DTC-C que, mais que características, podem ser consideradas como dinâmicas: a comunhão a Cristo, através do sofrimento, e o fundamento evangelizador, presente na acolhida de Deus pela Palavra (Maria) e pelo serviço (Marta). Quando Jesus está no centro, o evangelizador não corre risco de ceder ao espiritualismo ou ao ativismo, pois em Jesus, a evangelização se torna Palavra ouvida (Maria) e serviço fraterno (Marta) de modo harmonizado. 

No último Domingo de julho, o 17DTC-C, temos outra característica importante do serviço evangelizador: a oração. De um lado, a oração é fundamental e imprescindível na vida do evangelizador, porque pela oração ele se mantém na comunhão com Deus, a quem chama de Pai. Já, do ponto de vista do acolhimento evangelizador, a oração é um dos efeitos mais visíveis da evangelização. Quanto mais evangelizada se encontra uma pessoa, mais devotada e dedicada à oração ela se torna. O contexto celebrativo tem a finalidade sublinhar esse efeito evangelizador na vida dos celebrantes. Podemos medir a ação evangelizadora pela quantidade e qualidade orante na vida de quem recebeu o Evangelho.  

Concluindo 
O Mistério Pascal, celebrado no mês de julho, portanto, se caracteriza como pedagogia evangelizadora, tanto no sentido que evangeliza os celebrantes, para que se tornem evangelizadores, como no sentido que incentivará e proporá algumas condições necessárias para que o evangelizador possa evangelizar de modo frutuoso.

Serginho Valle

Download
Tags: Evangeliza├ž├úo, Evangelizar

VOLTAR