Serviço de Animação Litúrgica cruz WhatsApp: (17) 3512-9014
liturgia@liturgia.pro.br


ATENDIMENTO
de 2ª - 6ª das 13:30 - 17:30
 
 
PÁGINA INICIAL  |  QUEM SOMOS  |  ARTIGOS SERGINHO VALLE  |  PEDAGOGIA DO MÊS  |  DIRETÓRIO LITÚRGICO  |  FALE CONOSCO
 
 

XXI - 2021

Acesso às Propostas

Renove, assine, faça seu pedido ou faça download das propostas aqui:
Esqueceu sua senha?
Clique aqui
Ainda não tem cadastro?
Clique aqui

Confirmar Pagamento

Enviar Confirmação

E-book's

Pastoral Litúrgica, uma proposta um caminho

Para adquirir este ou outros e-book's, acesse a central do assinante e faça o seu pedido

Avisos

PROPOSTAS NOVEMBRO DE 2021

 

Comunicamos que 

As propostas de
NOVEMBRO/21 JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS NO SISTEMA.
 
Se não estiver conseguido acesso é possível que sua assinatura tenha expirado. Fale conosco!!
 
Estamos operando com nova plataforma para BOLETO/CARTÃO: ASAAS. 
 
Temos também a transferencia por PIX.
 
Número PIX: CPF 443.599.189-68.
 
Ou aponte a camera do seu app do BANCO para nosso QR code abaixo:
 
 
QRCode Pix Sal
 
Não esqueça de avisar por e-mail liturgia@liturgia.pro.br 
quando optar pelo QR code. Neste caso, informe seu código de asssinante e seu banco. Qualquer dúvida comunique!
Att.
Ana
Whatsapp 17-35129014
veja todos

Diretório Litúrgico


Diretório Litúrgico 

O Ano Litúrgico

A Liturgia...
Leia Mais

veja todos

 

Celebrações Especiais

Missa de Bodas Matrimoniais
Leia Mais

Novena do Padroeiro
Leia Mais

Semana vocacional - Grupos
Leia Mais

Semana vocacional - Liturgia da Palavra
Leia Mais

 
Vocação cristã e vocação pessoal
30 de julho de 2014

 Vocação cristã e vocação pessoal

 
Estamos caminhando a passos largos para a segunda parte de 2014, sempre iluminados pela Palavra de Deus, que conduz os mesmos passos em nossas celebrações dominicais. Agosto, considerado Mês Vocacional, inicia chamando nossa atenção para uma condição indispensável à resposta vocacional, no 18º Domingo do Tempo Comum: o bem-estar humano não pode ser limitado pelo ter, quem torna o homem e a mulher gananciosos, atitude que agride interiormente a vida humana. Por isso, nosso bem-estar existencial necessita uma fonte de vida interior, capaz de abolir qualquer tipo de ganância em vista da valorização da partilha. A resposta vocacional, em todo chamado vocacional, fundamenta-se na busca dos verdadeiros valores da vida, presentes em Jesus Cristo e no seu Evangelho, capaz da entrega total da vida a Jesus pelo Evangelho e para evangelizar.
 
O que torna possível uma resposta vocacional comprometida com o projeto divino é a intimidade com Deus, presente especialmente na oração e no contato diário e constante com a Sagrada Escritura. Esta é uma condição necessária que valoriza o reconhecimento da ação divina nos grandes feitos humanos, quando Deus nos torna instrumentos em favor da vida das pessoas (19DTC-A). A disposição para se tornar instrumento de vida nova, nas mãos divinas, encontra-se na oração silenciosa, que antecede a capacidade de caminhar nas águas turbulentas de nossas dificuldades — que não são poucas — quando nos deparamos com as exigências das respostas vocacionais.
 
Nosso endereço é o céu!
Nosso endereço é o céu! Esta é a grande vocação cristã, presente na celebração da Assunção de Nossa Senhora. O primeiro fruto da vocação à santidade, de toda humanidade, está na Assunção de Maria, qual canto antecipado da vitória da vida sobre a morte e como resposta divina a quem viveu plenamente o chamado à santidade, Maria Santíssima. A participação plena de Maria, no Mistério Pascal de Cristo, graças à sua fé e sua total disponibilidade em favor do projeto divino, incentiva-nos a nos colocar confiantemente disponíveis à realização do projeto divino em suas vidas e por meio de suas vidas. Nisto consiste o segredo de uma vocação realizada, cujo exemplo maior, do ponto de vista cristão, é Nossa Senhora.
 
Sua vocação foi realizada graças à colaboração concreta, para que a obra divina não ficasse inacabada, como canta o salmista na celebração do 21º Domingo do Tempo Comum. Por isso, toda vocação cristã está a serviço da obra divina, iniciada por Jesus e conduzida por ele para responder fielmente ao chamado divino, através do serviço voluntário de quem se sente chamado por Deus para continuar a sua obra
 
Seduzidos pelo Senhor
A última celebração deste Domingo traz a fonte da vocação cristã: a sedução divina em quem se deixa seduzir por Deus. “Seduziste-me, Senhor!”, queixa-se o profeta na celebração do 22º Domingo do Tempo Comum. Estamos com uma celebração, cujas leituras revelam que a fonte da vocação cristã está na sedução divina, na oblação da vida pessoal ao projeto do Evangelho e no seguimento radical de Jesus Cristo. A Palavra deste Domingo apresenta como que uma síntese espiritual do contexto vocacional, na Igreja, que pode ser sintetizada em três aspectos: a oração, enquanto momento de encontro com Deus, a oblação da vida, enquanto doação total da vida pela realização do projeto divino e, a vivência no discipulado, que se ilumina na oblatividade da Cruz de Jesus. 
 
Um mês para rever nossa resposta vocacional à santidade e para rever nossa resposta vocacional particular, que marca o caminho pessoal de quem se dispõe a colaborar com a obra divina em nossa terra.
Serginho Valle
 
Download
Tags: Assunção de Nossa Senhora, vocação

VOLTAR