Serviço de Animação Litúrgica cruz WhatsApp: (17) 3512-9014
[email protected]


ATENDIMENTO
de 2ª - 6ª das 13:30 - 17:30
 
 
QUEM SOMOS   |   ARTIGOS SERGINHO VALLE   |   PEDAGOGIA DO MÊS   |   DIRETÓRIO LITÚRGICO   |   DEPOIMENTOS   |   FALE CONOSCO
 
 

XXIII - 2023

Acesso às Propostas

Renove, assine, faça seu pedido ou faça download das propostas aqui:
Esqueceu sua senha?
Clique aqui
Ainda não tem cadastro?
Clique aqui

Confirmar Pagamento

Enviar Confirmação

Avisos

JULHO DE 2023

Comunicamos que :

As propostas de JULHO/23 JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS
NO SISTEMA. 
 
Para renovar, fazer nova assinatura ou pedidos avulsos
clique em um dos links, lembrando que, se já for cliente, adicione
código de acesso junto ao NOME.
 
 
ASSINATURA ANUAL:
 
ASSINATURA SEMESTRAL : 
 

PROPOSTA AVULSA (UMA): 
Clique aqui

PROPOSTA (DOIS 1ºs DOMINGOS):
Clique aqui

PROPOSTAS (DOIS UTMS DOMINGOS): 
Clique aqui

Ou

FAÇA PEDIDO POR PIX,  DEPÓSITO TRADICIONAL, QR code:

- Número PIX: 44359918968;
- DEPÓSITO TRADICIONAL: 
Bradesco: ag 0023; cc 0131805-5
titular: Sergio Francisco Valle
Brasil: ag 0076-0 ; cc 9086-7 -
titular: Rosane Almada da Silva
-QRCode -  Aponte a camera
do seu app do BANCO
para nosso QR code abaixo:
 
 
 
Opção: PIX, Depósito
em banco ou QRCode
envie-nos comprovante
por e-mail ou por whatsapp:
*[email protected] ;  
*17-35129014
 

Paz e Bem!
Ana
 

 

 

veja todos

Diretório Litúrgico


Diretório Litúrgico 

O Ano Litúrgico

A Liturgia...
Leia Mais

veja todos

 

Celebrações Especiais

Missa de Bodas Matrimoniais
Leia Mais

Novena do Padroeiro
Leia Mais

Semana vocacional - Grupos
Leia Mais

Semana vocacional - Liturgia da Palavra
Leia Mais

 
Pedagogia de dezembro 2015
25 de novembro de 2015

 Feliz e santo Natal! Paz e alegria!

  
Em meio as correrias de Dezembro, a Liturgia manda-nos um convite para serenar nossos corações iniciando nossa preparação para o encontro com o Senhor, seja pela vigilância, nos dois primeiros Domingos do Advento, seja pela alegria da proximidade do Natal, nos dois outros Domingos do Advento. Um convite especial, digamos, por um motivo importante: o início do Ano Santo da Misericórdia, no dia 8 de dezembro. Além disso, a Liturgia nos presenteia com a grande celebração da Salvação, festejando a alegria do Santo Natal de Jesus Cristo.
 
 
Preparai o caminho para o encontro com Senhor, no final dos tempos
            Com as mesmas luzes do 1º Domingo do Advento, que foi celebrado no último Domingo de Novembro, O 2º Domingo do Advento favorece a preparação espiritual da abertura do Ano Santo da Misericórdia, no dia 8 de dezembro, dois dias depois deste Domingo. Como o povo que recebeu a missão de testemunhar a misericórdia divina, pela libertação, a celebração do 2º Domingo do Advento envia os celebrantes a participar da mesma missão: testemunhar e concretizar a misericórdia divina no meio da sociedade de nossos dias. Testemunhar que Deus é misericordioso e concretizar a misericórdia sendo misericordiosos como Deus é misericordioso.
            Com este 2º Domingo do Advento as “celebrações vigilantes”, iniciadas com as últimas celebrações do Tempo Comum, cedem espaço ao contexto da preparação próxima do Natal, no 3º e 4º Domingos do Advento.
 
 
Alegrai-vos sempre no Senhor; Ele está perto.
No 3º Domingo do Advento, a alegria toma conta da celebração para fortalecer os corações vacilantes para encorajar diante das dificuldades que a vida nos leva a deparar. Trata-se, pois, de uma alegria que revigora a alma dos celebrantes pela paz e pela força que somente Deus pode dar. Neste sentido, vale a pena perceber que João Batista não pede práticas ascéticas, nem ritos especiais ou orações poderosas; pede apenas uma mudança de coração que consiste em evitar a corrupção, não ser injusto, e o afastamento da violência. Este é o melhor modo de se preparar para o Natal e crescer na fidelidade do discipulado.
Quem viveu isto de modo intenso e exemplar foi a Virgem Maria, a “Bendita entre as mulheres”. A alegria espiritual, a alegria interior é percebida no coração de Maria de modo claro. A intenção que Lucas deixa transparecer, no Evangelho do 4º Domingo do Advento, é evidenciar como Isabel e Maria, mulheres pobres e mulheres que viviam no meio do povo, estão unidas pelo mesmo desígnio divino. A visita de Maria evidencia a força da fé, proclamada pela acolhedora Isabel: “bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. É aqui que nos deparamos com um grande segredo da espiritualidade do Natal: tornar-se um bem-aventurado crendo que o Senhor visita o seu povo na mais completa pobreza, como evidenciado no quadro da visitação de Nossa Senhora à sua prima Isabel. Pobreza que, aqui, não significa miséria, mas que rima com simplicidade, com humildade e com ternura. Virtudes de um coração alegre e cheio de paz por não estar apegado aos bens materiais.
 
 
Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo
            A celebração do Natal do Senhor, neste ano de 2015, reveste-se com as vestes da misericórdia divina, como já mencionado acima. Um Natal celebrado e vivenciado no contexto do Ano Santo da Misericórdia. Uma luz, esta da misericórdia, que nos ajuda a considerar e a refletir o Natal de um modo novo, contemplando a Encarnação de Jesus como um imenso ato da misericórdia divina em favor da humanidade. O Natal celebra o nascimento de Jesus Cristo como a luz da divina misericórdia, que brilhou na terra para dissolver a escuridão do pecado.
A luz e as luzes do Natal de Jesus Cristo não se comparam às luzes que o comércio e a mídia acendem de modo passageiro e pontual para, tão logo passe o Natal, serem retiradas. Trata-se de uma luz que nasce no Presépio, ilumina o coração de quem o acolhe e continua acesa por toda vida. Por isso, a condição indispensável para entrar na espiritualidade do Natal é assumir a atitude de Maria: silenciar e recolher todos os fatos do Natal no coração, permitindo a Deus acender sua luz em nossas vidas. Feliz e Santo Natal!
 
 
Família, fonte de vida e de santidade
Neste ano de 2015, que tanto celebrou, refletiu e professou a confiança na família como caminho para uma sociedade mais justa, a celebração deste Domingo se reveste de um caráter muito especial: contemplar na Sagrada Família um modelo de família que quer encontrar-se novamente com Jesus. Um convite feito especialmente àquelas famílias que, a exemplo de José e Maria, perderam Jesus em algum lugar e precisam reencontrá-lo. Um modelo para tantas famílias que, no vai e vem da vida, peregrinaram por caminhos estranhos, perdidos de Deus e perdendo o próprio Deus. Uma celebração para fechar o ano com o propósito de agradecer pelo dom da família ou para recuperar a família que ainda vive juntos, plantando mais amor e procurando colher a paz e a alegria que só a família pode oferecer.
Serginho Valle
Download
Tags: alegria espiritual, Natal, Advento, miseric├│rdia VOLTAR