Serviço de Animação Litúrgica cruz WhatsApp: (17) 3512-9014
[email protected]


ATENDIMENTO
de 2ª - 6ª das 13:30 - 17:30
 
 
QUEM SOMOS   |   ARTIGOS SERGINHO VALLE   |   PEDAGOGIA DO MÊS   |   DIRETÓRIO LITÚRGICO   |   DEPOIMENTOS   |   FALE CONOSCO
 
 

XXII - 2022

Acesso às Propostas

Renove, assine, faça seu pedido ou faça download das propostas aqui:
Esqueceu sua senha?
Clique aqui
Ainda não tem cadastro?
Clique aqui

Confirmar Pagamento

Enviar Confirmação

Avisos

PROPOSTAS DE DEZEMBRO DE 2022

Comunicamos que :

As propostas de DEZEMBRO/22 já ESTÃO DISPONÍVEIS
NO SISTEMA. 
 
Para renovar, fazer nova assinatura ou pedidos avulsos
clique em um dos links, lembrando que se já cliente, adicione
código de acesso junto ao NOME.
 
 
ASSINATURA ANUAL:
 
ASSINATURA SEMESTRAL : 
 

PROPOSTA AVULSA (UMA): 
Clique aqui

PROPOSTA (DOIS 1ºs DOMINGOS):
Clique aqui

PROPOSTAS (DOIS UTMS DOMINGOS): 
Clique aqui

CELEBRAÇÃO PENITENCIAL ADVENTO
Clique aqui

NATAL DO SENHOR
Clique aqui

Ou

FAÇA PEDIDO POR PIX,  DEPÓSITO TRADICIONAL, QR code:

- Número PIX: 44359918968;
- DEPÓSITO TRADICIONAL: 
Bradesco: ag 0023; cc 0131805-5
titular: Sergio Francisco Valle
Brasil: ag 0076-0 ; cc 9086-7 -
titular: Rosane Almada da Silva
-QRCode -  Aponte a camera
do seu app do BANCO
para nosso QR code abaixo:
 
 
 
Opção: PIX, Depósito
em banco ou QRCode
envie-nos comprovante
por e-mail ou por whatsapp:
*[email protected] ;  
*17-35129014
 

Paz e Bem!
Ana
   

 

veja todos

Diretório Litúrgico


Diretório Litúrgico 

O Ano Litúrgico

A Liturgia...
Leia Mais

veja todos

 

Celebrações Especiais

Missa de Bodas Matrimoniais
Leia Mais

Novena do Padroeiro
Leia Mais

Semana vocacional - Grupos
Leia Mais

Semana vocacional - Liturgia da Palavra
Leia Mais

 
Pedagogia de agosto 2016
30 de julho de 2016
Liturgia e vocação
 
            A Liturgia é a fonte e o cume de todas as atividades da Igreja, diz a SC 10. Isto significa que todas as atividades eclesiais nascem na Liturgia e se destinam à Liturgia. Sendo a vocação uma atividade eclesial, é natural que a mesma nasça na Liturgia e tenha na Liturgia a sua realização. É o que proponho para a reflexão deste mês de agosto, um “mês temático” a partir da reflexão sobre o chamado vocacional.
 
Liturgia, fonte das vocações
            Não é muito difícil perceber a Liturgia como fonte vocacional. Os sacramentos da Iniciação Cristã são chamados, são vocações ao discipulado, ao seguimento de Jesus Cristo, escolhendo Jesus para ser o Mestre da vida. Pela celebração Eucarística, nosso foco neste contexto pedagógico da Liturgia, todos os Domingos tem a característica de, pedagogicamente, propor e repropor o chamado à vida cristã de modos diversos e para finalidades diferenciadas da vida pessoal e social.
            A Liturgia é fonte vocacional porque continuamente renova a proposta de viver o Evangelho, não permitindo que a vocação perca o contado com o chamado divino. Entende-se, por isso, que o descaso para com a celebração sacramental, especialmente da Penitência e da Eucaristia, enfraquece a resposta vocacional e até mesmo pode levar a perder o seu vigor, adoecendo-a e deixando-a morrer.
 
Liturgia, cume da vida cristã
            Do ponto de vista que a Liturgia é o cume da vida cristã, a realização da vida cristã, também é facilmente perceptível, considerando que todo compromisso vocacional é selado dentro de uma celebração litúrgica. Assim é para o Matrimônio e o mesmo se diga para a consagração à Vida Religiosa e as Ordenações sacerdotais. O mesmo poderíamos dizer de diversos ministérios.
            Todo compromisso existencial, do ponto de vista vocacional, sempre acontece na Liturgia e se dirige para ser celebrado na Liturgia porque é na celebração litúrgica que a pessoa se compromete com a resposta vocacional diante de Deus e diante da comunidade reunidade em assembléia.
 
Renúncia e profetismo
            No contexto do “mês temático” deste agosto de 2016, a vocação é colocada em confronto com a necessidade da renúncia e do desapego (19DTC-C). Toda resposta vocacional só se torna autêntica renunciando e desapegando-se das coisas terrenas e de mentalidades que impedem o caminho vocacional. Isto vale tanto para a resposta à vocação do discipulado como para as vocações ministeriais específicas. A renúncia e o desapego são condições essenciais para assumir o chamado profético, que tem a ver com o testemunho do projeto divino no meio da sociedade (20DTC-C).
            A Liturgia, deste modo, ajuda os celebrantes a perceber que o chamado profético é uma vocação ao testemunho cristão a ser feito por palavras ou por atitudes. A resposta ao testemunho profético é alimentada na Liturgia pelo acolhimento da Palavra ali proclamada e pelo fortalecimento que vem do alimento Eucarístico.
 
Simplicidade e humildade
            Outras duas características vocacionais, presentes na Liturgia deste mês temático de agosto, Mês Vocacional, é o perfil do vocacionado para poder responder satisfatoriamente á vocação, seja qual for o chamado. Considerando o modelo vocacional da espiritualidade mariana (Assunção), nós deparamos com a simplicidade e com a disponibilidade de Maria em se colocar a serviço do projeto divino. “Faça-se em mim segundo a tua vontade”. Não existe resposta vocacional sem a simplicidade, condição indispensável para se fazer a vontade divina como resposta vocacional.
            Da mesma forma, não existe resposta vocacional sem a humildade (22DTC-C), virtude que caracteriza o perfil do vocacionado disposto a viver para servir e transformar sua vida em serviço.
 
Concluindo
            A Liturgia, enquanto fome e ápice de todas as atividades da Igreja (SC10), oferece à comunidade e a cada celebrante das Missas Dominicais uma excelente oportunidade para refletir sobre algumas características vocacionais. Além disso, propõe aos celebrantes Dominicais a oportunidade de considerar algumas características necessárias para se responder coerentemente à vocação cristã, no discipulado, à vocações ministeriais ou de estados de vida, como o Matrimônio ou a vida consagrada.
Serginho Valle 
Download
Tags: liturgia e vocação

VOLTAR