Serviço de Animação Litúrgica cruz WhatsApp: (17) 3512-9014
liturgia@liturgia.pro.br


ATENDIMENTO
de 2ª - 6ª das 13:30 - 17:30
 
 
QUEM SOMOS   |   ARTIGOS SERGINHO VALLE   |   PEDAGOGIA DO MÊS   |   DIRETÓRIO LITÚRGICO   |   DEPOIMENTOS   |   FALE CONOSCO
 
 

XXII - 2022

Acesso às Propostas

Renove, assine, faça seu pedido ou faça download das propostas aqui:
Esqueceu sua senha?
Clique aqui
Ainda não tem cadastro?
Clique aqui

Confirmar Pagamento

Enviar Confirmação

E-book's

Pastoral Lit├║rgica, uma proposta um caminho

Para adquirir este ou outros e-book's, acesse a central do assinante e faça o seu pedido

Avisos

PROPOSTAS DE JULHO DE 2022

Comunicamos que :

As propostas de JULHO/22 já ESTÃO DISPONÍVEIS
NO SISTEMA. 
 
Para renovar ou fazer nova assinatura,
clique em um dos links, lembrando que para RENOVAÇÃO (caso saiba), adicione
código de acesso junto ao NOME.
 
 
ASSINATURA ANUAL:
 
ASSINATURA SEMESTRAL : 
 
Ou, Renove por PIX,
depósito tradicional, QRcode:    
 
- Número PIX: 44359918968;
- DEPÓSITO TRADICIONAL: 
Bradesco: ag 0023; cc 0131805-5
titular: Sergio Francisco Valle
Brasil: ag 0076-0 ; cc 9086-7 -
titular: Rosane Almada da Silva
-QRCode -  Aponte a camera
do seu app do BANCO
para nosso QR code abaixo:

 
 
Opção: PIX, Depósito
em banco ou QRCode
envie-nos comprovante
por e-mail ou por whatsapp:
*liturgia@liturgia.pro.br ;  
*17-35129014
 

Paz e Bem!
Ana
   

 

veja todos

Diretório Litúrgico


Diretório Litúrgico 

O Ano Litúrgico

A Liturgia...
Leia Mais

veja todos

 

Celebrações Especiais

Missa de Bodas Matrimoniais
Leia Mais

Novena do Padroeiro
Leia Mais

Semana vocacional - Grupos
Leia Mais

Semana vocacional - Liturgia da Palavra
Leia Mais

 
Povo cansado e fadigado
29 de maio de 2020

 Pedagogia de junho 2020

 
            Num olhar rápido, as celebrações de junho parecem uma colcha de retalhos, dada a diversidade temática. Num olhar mais cuidadoso, percebe-se dois temas importantes a serem considerados no processo pedagógico das celebrações deste mês. O primeiro diz respeito ao amor de Deus e o segundo propõe a perseverança.
 
O olhar do amor de Deus
            As solenidades da Santíssima Trindade, de Corpus Christi e do Sagrado Coração de Jesus convidam os celebrantes a contemplar o amor divino para conosco. Atitude contemplativa que introduz os celebrantes na dimensão religiosa da adoração, da ação de graças e do louvor (Santíssima Trindade). Um tema importante porque transporta-nos para a dimensão religiosa da contemplação, da adoração, do estar silenciosamente silenciado diante de Deus e adorá-lo. Religião não é só súplica, é também silêncio diante de Deus.
            É em atitude de adoração silenciosa que ingressamos em todas as Eucaristias. Quando silenciamos em adoração podemos contemplar o olhar divino, que vê diante de si uma multidão faminta e fadigada (Sagrado Coração de Jesus). O mesmo olhar divino, pelos olhos de Jesus, está presente na retomada dos Domingos do Tempo Comum, na celebração do 11DTC-A. Uma dimensão pedagógica extremamente importante, essa do olhar divino que vê o povo como ovelha sem pastor (11DTC-A), neste tempo de crise, no qual atravessamos devido a pandemia da Covid 19. É contemplando o olhar divino que aprendemos a ter olhos para ver a fadiga e o cansaço do nosso povo neste tempo de provação. Para isso, a importância e a necessidade de nos alimentar com a vida divina na Eucaristia (Corpus Christi) porque é a Eucaristia que nos dá olhos para ver as necessidades do povo e prestar serviço e socorro em tempo de penúria (Sagrado Coração de Jesus).
 
Perseverança em tempo de provações
            O segundo tema da pedagogia litúrgica deste mês de junho 2020 é a perseverança em tempo de provação. Um tema que vem completar aquele anterior, quanto ao modo divino de olhar o cansaço e a fadiga do povo, vagando como ovelha sem pastor.
            É importante considerar que Jesus não esconde as provações que vem mundo, ao contrário, é muito claro diante das provações incitando-nos à coragem: “não tenhais medo dos homens” (12DTC-A). É importante perceber que Jesus não se preocupa em agradar propondo promessas de melhorias de vida, como falam muitas pregações; sua atitude é de atrair para o Evangelho porque ali está a fonte da vida plena. Para o enfrentamento das provações serve o exercício diário da perseverança, da coragem e do discernimento (12DTC-A).
            Quanto a isso, a vida dos Apóstolos Pedro e Paulo é um exemplo vivo de perseverança, de coragem e de discernimento. Foram essas virtudes que os tornaram discípulos e missionários do Evangelho. Com as mesmas virtudes, viveremos na fidelidade ao Evangelho e seremos discípulos e missionários em nosso momento histórico, marcado pela provação.
Serginho Valle
Abril de 2020
 
 
Download

VOLTAR