Serviço de Animação Litúrgica cruz WhatsApp: (17) 3512-9014
liturgia@liturgia.pro.br


ATENDIMENTO
de 2ª - 6ª das 13:30 - 17:30
 
 
PÁGINA INICIAL  |  QUEM SOMOS  |  ARTIGOS SERGINHO VALLE  |  PEDAGOGIA DO MÊS  |  DIRETÓRIO LITÚRGICO  |  FALE CONOSCO
 
 

XXI - 2021

Acesso às Propostas

Renove, assine, faça seu pedido ou faça download das propostas aqui:
Esqueceu sua senha?
Clique aqui
Ainda não tem cadastro?
Clique aqui

Confirmar Pagamento

Enviar Confirmação

E-book's

Pastoral Lit├║rgica, uma proposta um caminho

Para adquirir este ou outros e-book's, acesse a central do assinante e faça o seu pedido

Avisos

PROPOSTAS NOVEMBRO DE 2021

 

Comunicamos que 

As propostas de
NOVEMBRO/21 JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS NO SISTEMA.
 
Se não estiver conseguido acesso é possível que sua assinatura tenha expirado. Fale conosco!!
 
Estamos operando com nova plataforma para BOLETO/CARTÃO: ASAAS. 
 
Temos também a transferencia por PIX.
 
Número PIX: CPF 443.599.189-68.
 
Ou aponte a camera do seu app do BANCO para nosso QR code abaixo:
 
 
QRCode Pix Sal
 
Não esqueça de avisar por e-mail liturgia@liturgia.pro.br 
quando optar pelo QR code. Neste caso, informe seu código de asssinante e seu banco. Qualquer dúvida comunique!
Att.
Ana
Whatsapp 17-35129014
veja todos

Diretório Litúrgico


Diretório Litúrgico 

O Ano Litúrgico

A Liturgia...
Leia Mais

veja todos

 

Celebrações Especiais

Missa de Bodas Matrimoniais
Leia Mais

Novena do Padroeiro
Leia Mais

Semana vocacional - Grupos
Leia Mais

Semana vocacional - Liturgia da Palavra
Leia Mais

 
Pedagogia de Dezembro 2020
28 de novembro de 2020

Pedagogia litúrgica de dezembro 2020

 
A pedagogia litúrgica de dezembro inspira-se nas Liturgias do Tempo Natalino. Isto compreende três celebrações do Advento — 2º - 3º e 4º Domingos do Advento — mais as celebrações do Natal e da Sagrada Família. Tempo Natalino envolvido no contexto social marcado pela ameaça da pandemia da Covid 19 e diferente crises em diversos setores sociais.
 
Dimensão espiritual
O contexto social de 2020 foi marcado pelos desafios causados pela pandemia da Covid 19. Um ano de provações que desafiou o mundo em todos as dimensões humanas. A espiritualidade do Tempo do Advento e das celebrações do Natal favorecem a compreensão do momento atual à luz da pedagogia litúrgica, considerando três aspectos presentes nas celebrações de dezembro: a consolação, a paciência e a alegria espiritual.
A consolação está presente na profecia de Isaias, invocando Deus para consolar o seu povo (2DTA). A realização da consolação divina, concretamente falando, acontece no Natal, proclamada na 1ª leitura da Missa do Dia. A consolação divina, enviada para a humanidade, é o próprio Jesus Cristo. Sendo a consolação divina uma pessoa, Jesus Cristo, entendemos não se tratar de um sentimento, mas de uma atitude de socorro e de apoio a quem vive em situação de ameaça. Do ponto de vista espiritual, a consolação é a atitude que favorece o não fraquejar nos momentos desafiadores da vida.
A paciência é outra virtude espiritual, proposta especialmente no 2º Domingo do Advento - B. Aqui o termo é compreendido a partir da etimologia da palavra "paciência", que tem a ver com capacidade de suportar o sofrimento. Neste caso, paciência é melhor traduzido por "padecência". Isto é bem compreendido na medicina, na psicologia; o médico, o psicólogo, cuida de um paciente, quer dizer, de alguém que suporta uma dor. A paciência, do ponto de vista da espiritualidade, é a capacidade de suportar os reveses da vida mantendo-se firme, inabalável, sem entregar os pontos.
Por fim, a alegria espiritual, a alegria que não produz agitação e movimentos exagerados, mas alegria geradora de paz interior. Este é o convite presente no 3º Domingo do Advento, o chamado "Domingo da alegria". O tema da alegria espiritual está também presente no Natal como anúncio que os anjos fazem aos pastores: "eu vos anuncio uma grande alegria". Como dito sobre a consolação, também a alegria é a pessoa de Jesus Cristo. O encontro com Jesus Cristo produz alegria, favorece a alegria, enche o coração de alegria. O Natal é um forte convite para encher-se da alegria espiritual encontrando-se com Jesus Cristo.
Por fim, é interessante acrescentar uma quarta dimensão espiritual na pedagogia de dezembro 2020: a proposta do projeto divino e o convite para que o mesmo seja acolhido pelos discípulos e discípulas de Jesus. O modelo espiritual do acolhimento do projeto divino encontra-se na espiritualidade mariana, marcada pela disponibilidade do "ecce ancila": "eis aqui a serva do Senhor" (4DTA-B). A mesma disponibilidade em relação ao acolhimento do projeto divino encontra-se na celebração da Sagrada Família, nos exemplos dos casais Abraão e Sara, José e Maria.
 
Dimensão pessoal
A dimensão do compromisso pessoal, no contexto pedagógico das celebrações de dezembro, depara-se com o desafio da construção de um novo tempo, de um novo céu e uma nova terra (2DTA-B). Trata-se de uma proposta convidando a empenhar-se em construir e oferecer condições para relacionamentos fundamentados no projeto divino. É um compromisso pessoal que tem como condição o acolhimento do projeto divino com a mesma disponibilidade presente na pessoa de Maria, a Mãe de Jesus (4DTA-B).
A pedagogia de dezembro 2020 convida ao compromisso pessoal com o projeto divino, como fez Maria (4DTA-B e Natal). Convida também as famílias a assumirem o mesmo projeto divino em nível de contexto familiar. É importante considerar que o projeto divino tem sua fonte e início na família. Os exemplos, no caso da família, são Abraão e Sara, José e Maria. Famílias que foram convocadas por Deus para realizar o seu projeto e responderam sim.
 
Dimensão pastoral
Do ponto de vista pastoral, a primeira proposta que podemos avaliar tem a ver com a Pastoral Social. O convite desafiador para construir "um novo céu e uma nova terra" (2DTA-B) torna-se desafio, fundamento e espiritualidade para a atividade da Pastoral Social. Pode ser entendido também como finalidade: uma pastoral que se dispõe a colaborar com o projeto divino na construção de um tempo novo.
Outra pastoral chamada em causa é a Pastoral Familiar convidada a se espelhar na disponibilidade e na gratuidade da Sagrada Família, geradora da vida divina no meio do mundo. Disponibilidade de Maria, disponibilidade do próprio Jesus que "se dignou assumir nossa condição humana para nos salvar".
Por fim, neste tempo marcado pela pandemia da Covid 19, não se pode deixar de destacar a Pastoral da Caridade — a atividade da Caritas — que encontra na consolação divina, presente na espiritualidade do Tempo Natalino, sua fonte de espiritualidade e sua inspiração para agir e ir ao encontro de quem sofre.
Serginho Valle
Novembro de 2020
 
Download

VOLTAR