Serviço de Animação Litúrgica cruz WhatsApp: (17) 3512-9014
[email protected]


ATENDIMENTO
de 2ª - 6ª das 13:30 - 17:30
 
 
QUEM SOMOS   |   ARTIGOS SERGINHO VALLE   |   PEDAGOGIA DO MÊS   |   DIRETÓRIO LITÚRGICO   |   DEPOIMENTOS   |   FALE CONOSCO
 
 

XXIII - 2023

Acesso às Propostas

Renove, assine, faça seu pedido ou faça download das propostas aqui:
Esqueceu sua senha?
Clique aqui
Ainda não tem cadastro?
Clique aqui

Confirmar Pagamento

Enviar Confirmação

Avisos

MAIO DE 2023

Comunicamos que :

As propostas de MAIO/23 JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS
NO SISTEMA. 
 
Para renovar, fazer nova assinatura ou pedidos avulsos
clique em um dos links, lembrando que, se já for cliente, adicione
código de acesso junto ao NOME.
 
 
ASSINATURA ANUAL:
 
ASSINATURA SEMESTRAL : 
 

PROPOSTA AVULSA (UMA): 
Clique aqui

PROPOSTA (DOIS 1ºs DOMINGOS):
Clique aqui

PROPOSTAS (DOIS UTMS DOMINGOS): 
Clique aqui

Ou

FAÇA PEDIDO POR PIX,  DEPÓSITO TRADICIONAL, QR code:

- Número PIX: 44359918968;
- DEPÓSITO TRADICIONAL: 
Bradesco: ag 0023; cc 0131805-5
titular: Sergio Francisco Valle
Brasil: ag 0076-0 ; cc 9086-7 -
titular: Rosane Almada da Silva
-QRCode -  Aponte a camera
do seu app do BANCO
para nosso QR code abaixo:
 
 
 
Opção: PIX, Depósito
em banco ou QRCode
envie-nos comprovante
por e-mail ou por whatsapp:
*[email protected] ;  
*17-35129014
 

Paz e Bem!
Ana
   

 

veja todos

Diretório Litúrgico


Diretório Litúrgico 

O Ano Litúrgico

A Liturgia...
Leia Mais

veja todos

 

Celebrações Especiais

Missa de Bodas Matrimoniais
Leia Mais

Novena do Padroeiro
Leia Mais

Semana vocacional - Grupos
Leia Mais

Semana vocacional - Liturgia da Palavra
Leia Mais

 
Pedagogia lit├║rgica de outubro 2020
02 de outubro de 2020

Iluminando-nos no tema do Mês Missionário, proposto pelo Papa Francisco — "A vida é missão" — a pedagogia que encontramos nas celebrações do mês de outubro de 2020 convocam os celebrantes para serem missionários do Reino de Deus pelo empenho da própria existência.

 
O mistério da recusa divina
O convite divino para se tornar missionário é ouvido no primeiro Domingo de outubro: "vinde trabalhar na minha vinha" (27DTC-A). É preciso reconhecer que o convite divino não é, de modo geral, bem acolhido. Por se tratar de um convite que exige disponibilidade para cultivar a vinha do Senhor na própria comunidade, ele é recusado, diria, com certa frequência. E, pior que isso, em muitas circunstâncias é recusado até mesmo com alguma forma de agressividade (27DTC-A).
A parábola de Jesus, no 27DTC-A, dos "vinhateiros violentos", choca pela gratuidade da violência e apresenta aquilo que é denominado como "mistério da recusa de Deus". Deus oferece uma vinha para ser cultivada, oferece condições e oferece a retribuição pelo trabalho da vinha, e mesmo assim, é rejeitado. Por que? Por que a humanidade tem tanta dificuldade para acolher o projeto divino?
Uma resposta é dada pela própria Liturgia, no 28DTC-A, na parábola de Jesus sobre o "Banquete nupcial do filho do Rei". Não havia nada mais honroso e mais desejado que participar da festa de casamento do filho do rei, no tempo de Jesus. Mesmo assim, o convite é recusado e trocado por interesses pessoais. O mistério da recusa a Deus, da recusa ao projeto divino, tem sua origem no individualismo marcado pelos interesses pessoais. Interesses que, como narra a parábola, é defendido também com a violência, como na parábola dos "vinhateiros violentos" (27DTC-A).
Os dois primeiros Domingos convidam a refletir sobre o modo como a comunidade acolhe o convite para participar e se empenhar no projeto divino. Os dois primeiros domingos de outubro colocam um questionamento nos celebrantes: como cultivar a vinha presente na comunidade? Um questionamento dirigido individualmente a cada celebrante: de que lado você está: da aceitação ou da recusa para trabalhar na vinha do Senhor?
 
O projeto do Reino pela vida plena
Os dois últimos Domingos de outubro podem ser iluminados pela finalidade do projeto divino, com a finalidade do Reino de Deus: a vida plena. A busca da vida é um projeto que acontece na história e, inevitavelmente está envolvida e conduzida pela política, mas jamais confundida com alguma atividade política. Por isso, o dar a Deus o que é de Deus e a César o que é de César (29DTC-A) convida a considerar os limites e as diferenças na busca da mesma meta: a vida plena, a vida digna para todo ser humano. A política tem seu papel, mas a vida plena só se realiza com a presença, a participação e a comunhão com e na vida divina.
O projeto divino fundamenta-se no amor. No amor a Deus e no amor ao fraterno com quem se convive e para com todos os homens e mulheres (30DTC-A). O empenho para trabalhar na vinha do Senhor (27DTC-A) e o convite para celebrar do banquete nupcial do Reino (28TC-A) revelam que não existe verdadeiro amor a Deus sem a partilha do amor fraterno com quem se convive. Não existe amor cristão direcionado somente a Deus. O amor a Deus se concretiza no socorro ao próximo, em suas necessidades.
 
Peçamos que a Virgem de Aparecida, padroeira do nosso Brasil, que solene e alegremente celebramos neste mês de outubro, interceda para que os celebrantes acolham o convite para trabalhar na vinha do Senhor (27DTC-A) e para participar do banquete do Reino (28DTC-A), como ela mesma fez, acolhendo, confiando e vivendo iluminada pela Palavra de Deus.
Serginho Valle
Setembro de 2020
Download
VOLTAR