Serviço de Animação Litúrgica cruz WhatsApp: (17) 3512-9014
[email protected]


ATENDIMENTO
de 2ª - 6ª das 13:30 - 17:30
 
 
QUEM SOMOS   |   ARTIGOS SERGINHO VALLE   |   PEDAGOGIA DO MÊS   |   DIRETÓRIO LITÚRGICO   |   DEPOIMENTOS   |   FALE CONOSCO
 
 

XXII - 2022

Acesso às Propostas

Renove, assine, faça seu pedido ou faça download das propostas aqui:
Esqueceu sua senha?
Clique aqui
Ainda não tem cadastro?
Clique aqui

Confirmar Pagamento

Enviar Confirmação

Avisos

PROPOSTAS DE DEZEMBRO DE 2022

Comunicamos que :

As propostas de DEZEMBRO/22 já ESTÃO DISPONÍVEIS
NO SISTEMA. 
 
Para renovar, fazer nova assinatura ou pedidos avulsos
clique em um dos links, lembrando que se já cliente, adicione
código de acesso junto ao NOME.
 
 
ASSINATURA ANUAL:
 
ASSINATURA SEMESTRAL : 
 

PROPOSTA AVULSA (UMA): 
Clique aqui

PROPOSTA (DOIS 1ºs DOMINGOS):
Clique aqui

PROPOSTAS (DOIS UTMS DOMINGOS): 
Clique aqui

CELEBRAÇÃO PENITENCIAL ADVENTO
Clique aqui

NATAL DO SENHOR
Clique aqui

Ou

FAÇA PEDIDO POR PIX,  DEPÓSITO TRADICIONAL, QR code:

- Número PIX: 44359918968;
- DEPÓSITO TRADICIONAL: 
Bradesco: ag 0023; cc 0131805-5
titular: Sergio Francisco Valle
Brasil: ag 0076-0 ; cc 9086-7 -
titular: Rosane Almada da Silva
-QRCode -  Aponte a camera
do seu app do BANCO
para nosso QR code abaixo:
 
 
 
Opção: PIX, Depósito
em banco ou QRCode
envie-nos comprovante
por e-mail ou por whatsapp:
*[email protected] ;  
*17-35129014
 

Paz e Bem!
Ana
   

 

veja todos

Diretório Litúrgico


Diretório Litúrgico 

O Ano Litúrgico

A Liturgia...
Leia Mais

veja todos

 

Celebrações Especiais

Missa de Bodas Matrimoniais
Leia Mais

Novena do Padroeiro
Leia Mais

Semana vocacional - Grupos
Leia Mais

Semana vocacional - Liturgia da Palavra
Leia Mais

 
Pedagogia de novembro 2020
24 de outubro de 2020

Dimensão espiritual

A pedagogia litúrgica proposta para o mês de novembro fundamenta a sua espiritualidade no confronto sincero com a vida pessoal. A Liturgia coloca os celebrantes diante de suas vidas convidando-os a avaliar o modo de viver à luz da Palavra de Deus. Inicia apresentando a vida dos santos e santas como modelos de vida cristã, homens e mulheres que iluminaram suas vidas nas Bem-aventuranças (Todos os santos e santas) e, ainda em termos de exórdio, propõe a fragilidade da vida humana, neste ano clamando para que Deus alivie a angústia do coração humano, envolvido pelo drama da Covid 19.

            O sentido da vida humana encontra-se na sabedoria divina. Feliz é aquele e aquela que vivem de acordo com os Mandamentos divinos, porque serão guiados pela sabedoria do próprio Deus (32DTC-A). Prudente e vigilante é aquele que cultiva a sabedoria divina, apresentada no simbolismo dos talentos, para render ainda mais vida e favorecer a qualidade da vida (33DTC-A). Aqui está um caminho da espiritualidade cristã: viver iluminado pela sabedoria divina e multiplica-la na sua existência.

            Modelo de investimento na vida, de cuidado da vida é atitude típica de Deus representada no simbolismo do Bom Pastor (Cristo Rei). A espiritualidade cristã é uma dinâmica a favor da vida. Quem vive espiritualmente em contato com Deus, age como Deus, dedica-se a favor da vida como Deus, qual Bom Pastor cuidando da saúde do seu rebanho.

            A dimensão espiritual da pedagogia litúrgica de novembro 2020 considera ainda o início do Advento, com a sua conhecida espiritualidade da esperança suplicante. É o retrato espiritual de uma Igreja intercessora da vinda do Senhor para renovar a humanidade.

 

 

 

Dimensão existencial concreta

A pedagogia litúrgica de novembro 2020 compromete os celebrantes com o desafio da vocação batismal: a santidade. Celebrar a Solenidade de todos os Santos e Santas é se comprometer com a vocação pessoal à santidade, vivendo como Jesus e tendo os mesmos sentimentos de Jesus (Fl 2,5), expressos nas Bem-aventuranças. Um modo concreto para exercitar a solidariedade, tendo os mesmos sentimentos de Jesus, é a solidariedade espiritual e fraterna com quem vive no luto provocado pela Covid 19. É a proposta concreta de chorar com quem chora (Rm 12,15), de oferecer o apoio espiritual e a ajuda solidária a quem está vivendo o luto.

O compromisso concreto como resposta à vocação batismal da santidade não limita a vida cristã a passar o tempo rezando, como erroneamente se diz da vida dos santos e santas. Claro que os santos e santas rezam muito, mas rezam com uma oração que os compromete na fraternidade. O Evangelho da Solenidade de Cristo Rei coloca esta dimensão fraterna de socorro à vida de quem está faminto, sedento, enfermo... A sabedoria da vida cristã, não consiste em conhecimentos religiosos, mas em compreender e saborear o essencial da vida (32DTC-A). Isto só se consegue iluminando-se na sabedoria divina.

Concretamente, significa olhar e entender a vida a partir dos critérios divinos. E quando isso acontece, a vida se torna rentável (33DTC-A). A pedagogia de novembro 2020 compromete os celebrantes a serem produtivos e multiplicadores de mais vidas, como diz a parábola dos talentos (33DTC-A). Compromete a cuidar da vida como o Bom Pastor cuida de suas ovelhas (Cristo Rei).

 

Pastorais envolvidas

Por fim, as pastorais envolvidas nas celebrações do mês de novembro 2020. A primeira delas é a Pastoral da Espiritualidade. É uma pastoral com objetivo de fomentar a vida espiritual na comunidade. No contexto da pedagogia litúrgica de novembro 2020, as Bem-aventuranças, que fotografam a espiritualidade de Jesus, se apresentam como fundamento espiritual da vida cristã autêntica. É a Pastoral da Espiritualidade que incentiva também a viver na esperança suplicante da 2ª vinda do Senhor (1DTA-B).

A Pastoral da Esperança, como é conhecida em muitas comunidades, é sugerida pela celebração da Comemoração dos Fiéis Defuntos. Uma pastoral a ser exercida como presença solidária espiritual e com a presença solidária fraterna. Consolar os que choram no luto é uma obra de misericórdia que a pedagogia litúrgica deste mês convida a exercer como atividade pastoral.

Outra pastoral sugerida pela pedagogia de novembro 2020 é a Pastoral Bíblica e a Pastoral da Catequese enquanto atividade de favorecer os celebrantes a cultivar a sabedoria divina em suas vidas. Fazer ecoar a Palavra na vida dos celebrantes propondo e ensinando uma metodologia de contato com a Palavra é uma necessidade pastoral de primeira urgência em nossas comunidades.

O Evangelho da parábola dos talentos (33DTC-A) chama atenção para a atividade pastoral por meio dos ministérios. Toda a atividade pastoral se exerce por meio de serviços, de ministérios. Investir comunitariamente na formação de ministérios é investir em talentos, em multiplicar serviços. Dedicar-se ao cultivo de talentos, do ponto de vista comunitário, é multiplicar a quantidade de serviços pastorais a favor da vida. Este é o melhor modo de evangelizar. Comunidades paradas são a imagem daquele servo que enterra o talento (33DTC-A). Multiplicar tem a ver com investir, tem a ver com formação, com qualidade de serviço, com capacitação para fazer render e produzir.

Por fim, a última proposta de reflexão pastoral, do ponto de vista comunitário, tem a ver com o fundamento da pastoral na vida da Igreja. Está presente na Solenidade de Cristo Rei com a apresentação do Bom Pastor. É a descrição daquele que se dedica e cuida da vida das ovelhas. Não como mercenário, interessado no lucro, mas porque ama as ovelhas. A Pastoral na Igreja não é atividade lucrativa, mas serviço amoroso e cuidadoso da vida, como faz e como vive o Bom Pastor. Quem faz pastoral para ganhar dinheiro é mercenário.

Serginho Valle 
Setembro de 2020

 

 

Download

VOLTAR