Serviço de Animação Litúrgica cruz WhatsApp: (17) 3512-9014
[email protected]


ATENDIMENTO
de 2ª - 6ª das 13:30 - 17:30
 
 
QUEM SOMOS   |   ARTIGOS SERGINHO VALLE   |   PEDAGOGIA DO MÊS   |   DIRETÓRIO LITÚRGICO   |   DEPOIMENTOS   |   FALE CONOSCO
 
 

XXII - 2022

Acesso às Propostas

Renove, assine, faça seu pedido ou faça download das propostas aqui:
Esqueceu sua senha?
Clique aqui
Ainda não tem cadastro?
Clique aqui

Confirmar Pagamento

Enviar Confirmação

E-book's

Pastoral Litúrgica, uma proposta um caminho

Para adquirir este ou outros e-book's, acesse a central do assinante e faça o seu pedido

Avisos

PROPOSTAS DE NOVEMBRO DE 2022

Comunicamos que :

As propostas de NOVEMBRO/22 já ESTÃO DISPONÍVEIS
NO SISTEMA. 
 
Para renovar, fazer nova assinatura ou pedidos avulsos
clique em um dos links, lembrando que se já cliente, adicione
código de acesso junto ao NOME.
 
 
ASSINATURA ANUAL:
 
ASSINATURA SEMESTRAL : 
 

PROPOSTA AVULSA (UMA): 
Proposta Avulsa (Uma)

PROPOSTA AVULSA (DUAS): 
Proposta Avulsa (Duas)

Ou

FAÇA PEDIDO POR PIX,  DEPÓSITO TRADICIONAL, QR code:

- Número PIX: 44359918968;
- DEPÓSITO TRADICIONAL: 
Bradesco: ag 0023; cc 0131805-5
titular: Sergio Francisco Valle
Brasil: ag 0076-0 ; cc 9086-7 -
titular: Rosane Almada da Silva
-QRCode -  Aponte a camera
do seu app do BANCO
para nosso QR code abaixo:
 
 
 
Opção: PIX, Depósito
em banco ou QRCode
envie-nos comprovante
por e-mail ou por whatsapp:
*[email protected] ;  
*17-35129014
 

Paz e Bem!
Ana
   

 

veja todos

Diretório Litúrgico


Diretório Litúrgico 

O Ano Litúrgico

A Liturgia...
Leia Mais

veja todos

 

Celebrações Especiais

Missa de Bodas Matrimoniais
Leia Mais

Novena do Padroeiro
Leia Mais

Semana vocacional - Grupos
Leia Mais

Semana vocacional - Liturgia da Palavra
Leia Mais

 
Pedagogia mistagógica de Agosto 2022
05 de agosto de 2022

Pedagogia de agosto 2022

A pedagogia mistagógica de agosto 2022 inspira-se no tema vocacional proposto para este ano de 2022: "Cristo vive! Somos suas testemunhas", com o lema "Eu vi o Senhor" (Jo 20,18). É um tema que propõe o discernimento vocacional a partir do testemunho existencial de quem se encontrou com Jesus Cristo. De quem "viu o Senhor". De quem teve a experiência pessoal de ver o Senhor e de ter estado com ele, ter convivido com ele, respondendo ao chamado vocacional da vida cristã.

Do ponto de vista da pedagogia mistagógica, os Domingos celebrados em agosto 2022 iluminam-se na mistagogia do testemunho vocacional, considerando a Palavra de cada Domingo, levando em conta que o testemunho vocacional acontece:

 

Pela confiança e discernimento em forma de vigilância (19DTC-C)

Pelo testemunho profético e seus riscos (20DTC-C)

Pela santidade que é a vocação cristã por excelência (Assunção de Nossa Senhora)

Pela humildade no modo de responder vocacionalmente (21DTC-C)

 Vocacionados ao testemunho: quatro modelos

No primeiro Domingo de agosto, 19DTC-C, a iluminação mistagógica contextualiza a celebração na confiança e no discernimento. Para isso, a necessidade de viver vigilantes. Não com a vigilância de um policiamento, limitador de atitudes, mas a vigilância no conceito de Jesus: estar sempre pronto para acolher e servir. Uma reflexão que faz compreender a vocação cristã como disposição vigilante para não perder nenhuma oportunidade de se colocar a serviço da vida. Vocação critã sempre tem a característica de ser chamado ao serviço e, para que a vocação se realize como serviço, a importância de viver e cultivar a vigilância. O primeiro modelo vocacional ilumina-se na vigilância para o serviço. Vigiar para não perder nenhuma oportunidade de servir, a exemplo de Jesus que veio para servir e viveu servindo.

 O segundo modelo do testemunho vocacional é o profetismo. O profetismo pode ser proposto como exemplo de vocação “clássica”, digamos, na Bíblia e na vida cristã. Desde o Batismo somos ungidos como profetas para testemunhar o Evangelho, no sentido Bíblico do profetismo, de testemunhar e viver fazendo a vontade de Deus. Neste sentido, a celebração do 20DTC-C, conduz os celebrantes a celebrar o Mistério divino presente na vocação profética. É o chamado para testemunhar o projeto divino, mesmo convivendo com a sensação de se estar desprotegido diante das agressividades sociais e ideológicas do mundo, como prooposto na Palavra. O segundo modelo vocacional, este pautado pelo profetismo, como diz o tema do Mês Vocacional, ilumina-se no profetismo.

 O outro modelo vocacional, o terceiro no mês de agosto 2022, ilumina-se no Mistério da Assunção de Nossa Senhora. De certo modo, sintetiza os dois modelos anteriores, do serviço e do profetismo. A vocação como serviço, presente no Evangelho da Assunção com Maria visitando Isabel para, depois de colocar-se a serviço de Deus — “ecce ancilla Domini (Lc 1,26-38) — coloca-se a serviço fraterno e caridoso de Isabel. Na Liturgia da Palavra, na Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, encontramos os dois primeiros modelos da vocação cristã: o serviço (19DTC-C) e o profetismo (20DTC-C), este presente no belo hino do Magnificat.

 Mas, não se pode esquecer outro modelo vocacional, presente na Solenidade da Assunção de Nossa Senhora: a santidade. A vocação cristã é chamado à santidade; somos cristãos para caminhar nos caminhos da santidade. Maria é modelo realizado da vocação à santidade. Sua Assunção é profetismo que Deus nos quer convivendo com sua vida e participando da sua santidade (Mt 5,48). Por isso, o terceiro modelo destaca um dato importantíssimo em toda vocação cristã o chamado divino à santidade.

 Por fim, o quarto modelo, presente no 22DTC-C. É um modelo vocacional sintonizado com o primeiro modelo, aquele da vigilância para o serviço, dando destaque para o servir, enfatizando a importância de viver a vocação da vida cristã servindo. Toda vocação cristã é convite divino para ser colocar a serviço, no grande banquete da vida. No último Domingo de agosto 2022 aparece o valor do convite: todos somos convidados a nos alimentar da mesa da vida, o grande banquete oferecido por Deus, mas o lugar de destaque, ensina Jesus, não está em ocupar os primeiros lugares, mas em se fazer servidor do banquete, na humildade. Assim, a humildade é apresentado como condição básica para entender e responder à vocação na vida cristã. O quarto modelo da vocação cristã, agora considerando uma atitude prática, ilumina-se na humildade do servidor

                                                                                          Serginho Valle
Junho de 2022

Download

VOLTAR